Aviso / Notice

Este blog se encontra desatualizado, inativo e arquivado como conteúdo estático. Eu continuo a eventualmente postar em to-post.it/henriquev. Um serviço simples de blog para usuários de Twitter criado por mim. Todo o conteúdo deste blog continuará existente no mesmo endereço de antes.

This is blog is out-dated, inactive and archived. I continue to post eventually on to-post.it/henriquev. Using a simple blogging service for Twitter users that I created.

Estou também em / find me also on:



Que tal ser pago para consumir energia?

Eis que Eike Batista teve uma ótima idéia: auto-produzir energia elétrica para atender uma mineradora do seu grupo MPX, através de usinas eletrotérmicas.

Não é de se estranhar que isso seja uma boa idéia, mas a coisa pode ficar melhor ainda para o produtor consumidor quando ele pode ser pago para consumir…

Pois é, a idéia dele é nada mais surreal em um mundo ideal que vender um objeto para comprá-lo no mesmo momento, mas por 1/3 do preço pelo qual foi vendido.
se beneficiar de subsídios para comprar energia elétrica mais barata para consumir, mas antes vendendo ela mesma por preços.

Isso mesmo. Vou explicar melhor: se você faz um gato, você tem energia roubada ‘de graça’. Se você compra um gerador para usar em seu estabelecimento, pode ou não sair mais barato do que comprar energia da concessionária estatal, no caso. Mas se você for poderoso você pode ver se não rola comprar o gerador e vender energia à concessionária por um preço e ao mesmo tempo comprar a mesma energia dela pagando um terço do que pediu e assim sair no lucro, graças aos subsídios. É como se o contador de energia de sua casa fosse girar ao contrário por você colocar na rede elétrica a energia gerada pelo gerador, com a diferença que você vai consumí-la e mesmo assim o contador vai girar ao contrário. . . Ou seja: ao acender uma luz você ao invés de começar a gastar, começa a receber dinheiro. Nunca antes na história desse país consumir foi melhor em atrair riquezas até do que produzir…

Eis o deus-Estado protegendo a indústria nacional nascente dos brasileirinhos dos imperialistas ianques. Com essa onda é bom o BNDES tomar cuidado para não perder a posição de maior programa de redistribuição de renda do Brasil… rsrsrsrs

Ah, quem paga o pato? Os outros consumidores, uai.

Fonte: Ibama, MP, Aneel e até CPI no caminho das térmicas da MPX

Em tempo: os cupins-de-Orkut, para variar, ACHAM que o problema não está no subsídio, mas na iniciativa privada. Em tempo… Se fosse o Lula Jr. que fizesse a usina e o Eike Batista a mineradora por que poderia? Ah, essa resposta eu sei!

1 Response to “Que tal ser pago para consumir energia?”


  1. 1 venda geradores

    É isso mesmo!

    É mesmo isso que falamos no nosso site.

    Excelente artigo

    Cumprimentos

Comments are currently closed.