Aviso / Notice

Este blog se encontra desatualizado, inativo e arquivado como conteúdo estático. Eu continuo a eventualmente postar em to-post.it/henriquev. Um serviço simples de blog para usuários de Twitter criado por mim. Todo o conteúdo deste blog continuará existente no mesmo endereço de antes.

This is blog is out-dated, inactive and archived. I continue to post eventually on to-post.it/henriquev. Using a simple blogging service for Twitter users that I created.

Estou também em / find me also on:

Archive for April, 2008



Ciro Gomes levando um pau

De Rodrigo Constantino no programa Conversas Cruzadas, realizado na noite anterior às palestras do Fórum da Liberdade XXI.

<a href="http://youtube.com/watch?v=xxnn-lPglz4">http://youtube.com/watch?v=xxnn-lPglz4</a>
Constantino vs. Ciro - Round 1

Vídeos do programa: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6

Como os cupins desconstruiriam o Muro de Berlim?

Segundo a mentalidade cupim-de-Orkut uma
abertura unilateral da economia brasileira faria o país quebrar e, portanto, deve ser evitada.

Então eu fico me perguntando como eles fariam para desconstruir o Muro de Berlim, uma vez que derrubá-lo seria um absurdo que geraria um perigoso desemprego em massa para os habitantes da Berlim Oriental.

Minha hipótese é que eles iriam tirar um tijolo por dia da parte superior do muro. E de forma a trazer menos impactos, organizando uma ordem que levasse o maior tempo possível para a área da abertura máxima ser a maior.

Ou seja: nada de retirar um junto do outro. Tira um e o do próximo dia, só tira a 1km de distância e assim vai até onde for possível.

Mas claro que eles preferiam continuar fuzilando. E quer paredón maior? Só a Muralha da China.

Fotos que mentem

A exposição “Imagens mentirosas” do Museu de Comunicação de Berna alinha uma série de fotografias manipuladas. Seus organizadores pretendem incentivar o espírito crítico do público frente às imagens transmitidas pela mídia. A exposição está aberta até 6 de julho de 2008.

Fonte: Fotos que mentem, no swissinfo.ch.

Animal estatizado: fique em casa

O deus-Estado não quer que você tome riscos, se você estiver em idade de pagar impostos do que receber algo do governo, claro. Por isso prefere que enquanto não for estudante ou aposentado fique em casa, assistindo a Rede BoBo.

Os estudantes já contavam com a carteira de estudante. Estava faltando algum incentivo mais forte para os aposentados! Agora veio: meia nos hotéis.

Infelizmente o site do Ministério do Turismo. Mas juro que vi tal propaganda hilária na Rede BoBo!

Sentados em um sofá, um casal aparentemente sem muito o que fazer, vê a filha sair toda arrumada para ver o cinema “denovo”. Ela justifica: paga meia (sic). Logo após ela sair, sai um idoso todo feliz com uma mala dando tchau também, ele justifica que vai viajar, é meia nos hotéis para os aposentados!

Pensando bem, isso talvez seja ótimo até para um programa de distribuição de meia: pagando apenas meia no hotel, o aposentado pode aproveita a economia e procurar uma estudante (como a da propaganda) para realizar seus desejos sexuais e como ela só paga meia nos cinemas, poderá cobrar menos e ele não ficará duro!

Enquanto isso, os pais da criança podem ficar em casa assistindo Telecine ou as pregações do Edir Macedo ou as lições de moral do sem-dedo, jurando que ela foi ao shopping.

Nunca houve nesse país tanta confiança nos animais estatizados!

O aposentado morre no ato, enquanto a jovem se reproduz. O Estado se livra de pagar a aposentadoria e a escrava gera ainda mais animais estatizados para trabalhar de graça para construir a URSAL tanta querida pelo nosso Führer bolivariano Luíz Inácio Lula da Çilva.

Ah, e no site da Empresa Brasileira de Turismo não achei nada.

Todos têm o direito de CER milionário

Zimbabwe's 'funny money': old and new currency
É por isso que os bem-aventurados políticos em busca da igualdade decidiram revolucionar, inflacionando a moeda nacional em 8000%. Logo dando a qualquer um a chance de cer milionário fazendo o necessário para impedir golpistas ianques de estragar tudo. Viva os empregos gerados na indústria do papel moeda!

Nada como fazer comida para os parentes!